domingo, 6 de fevereiro de 2011

Sei de cor


Sei de cor
Cada traço da tua pele
Cada sabor expelido
Nos espasmos enfurecidos
Das noites ardentes de amor
Sinto
A chama que irradia em ti
Quando encostas
Teu corpo no meu
E me acaricias lentamente
Grito
Gemidos loucos de prazer
Nessa dança compulsiva
Com que me possuis
E te deitas sobre mim
Abraço teu corpo
Absorvendo do suor escorrido
Na fúria do desejo
Saciado em catadupa
Entre jorros de prazer

por Maria Escritos
fotografia de Ladymartist (Maria Andriichuk)

8 comentários:

Afrika disse...

Ando com saudades e desejos. Um beijo

Marta disse...

E nessa loucura total....basta apenas sentir.....
Poema quente....Gostei...
Beijos e abraços
Marta

AIMEE disse...

Texto lindíssimoooo...parabéns pelo blog...delicioso!!

segredo disse...

Um texto k exprime mto bem a sensaçao do prazer...

Beijinho de lua*.*

Pedro M disse...

mmm Afrika...

se soubesses como esse desejo é mútuo...

Um beijo

Pedro M disse...

Marta... a melhor loucura é sem dúvida a dos sentidos :-)

Um beijo

Pedro M disse...

Minha querida AIMEE,

Obrigado pela visita e pelo comentário. Foi um prazer tê-la por aqui. Volte sempre!

Um beijo

Pedro M disse...

Minha querida Segredo,

quem melhor do que os amantes para descrever o prazer?

Um beijo