quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Nossos corpos


Nossos corpos
se cruzam e descruzam
como serpentes
cálidas
se enroscam
e se apertam
atarracham
num crescendo
sem limite.

Há gemidos delirantes
há percussões arrítmicas
respirações ofegantes
empastadas em suor
até ao êxtase
e ao torpor.

Não há discurso
erótico
que resista
à mudez
desta nudez
tumultuosamente
sinfônica

por Gilka Machado
fotografia de Will Santillo

5 comentários:

O Sussurrar do Corpo disse...

um sussurro...

Pedro M disse...

Minha querida,

como me agradaria escutar esse sussurro num murmúrio junto a mim...

Um beijo

Vício de Ti disse...

Vi que tinha uma entrada no blog daqui :)

Obrigada por teres colocado o link :)

Beijo

Pedro M disse...

Minha querida Vício de Ti,

digamos que fiquei viciado em Ti :-)

Um beijo

Vício de Ti disse...

:)

Prezo em o saber :)