sexta-feira, 10 de julho de 2009

Amor proibido


Só quem viveu entende
Amor proibido.
Mexe com a essência da gente,
Com o libido.
Tudo fica mais excitante.
No encontro escondido
O coração bate forte,
O rosto cora.
Num simples toque de mão.
Não há quem suporte
A emoção da primeira vez,
É emoção de mais.
Mistura de medo e paixão
Arrependimento jamais.
Os sentimentos saltam aos olhos,
As palavras saem entrecortadas.
Parece que o mundo inteiro
Vai descobrir esse pecado.
Mas com tanto amor assim,
Com certeza seremos perdoados.

por Rafael do Nascimento Monteiro
fotografia de Glam

2 comentários:

Marta disse...

Claro que sim....
Amar sempre...nada há a perdoar.
Aos nossos olhos, nunca é proibido...
Boa escolha...
Beijos
Marta

Pedro M disse...

mmm Marta,

entre duas pessoas nada é proibido... e nunca é proibido...

Um beijo