segunda-feira, 21 de abril de 2008

Teu fruto


Chupo
teu fruto
na moita
que o vento
açoita
com boca
afoita
que grita
como louca
que goza
como vento
e geme
como mulher

por Carlos Seabra
fotografia de Santillo

16 comentários:

SAM disse...

Pedro, obrigada pela visita! Não foi invasão, mas um prazer. E volte sempre! Eu aqui voltarei.


Linda poesia, cheia de sensualidade e excelentes escolhas...Adorei. As fotos estão sensacionais. Parabéns pelo espaço bonito que tens.


Beijos e ótima semana.

Marta disse...

Olá, Pedro, obrigada pela visita e pelo comentário...
Poema bem escolhido...Gostei.
Obrigada pela partilha.
Até já
Beijos e abraços
Marta

QuartoCrescente disse...

Muito obrigada pela tua visita ao meu blog... gostei muito de passar por aqui... Poesia envolvente... fotografias apelativas...e... um despertar de curiosidade.

Beijo

Espero que voltes...

Bichinho disse...

Hummm.Beijo fantasma.

Bombocaa disse...

Pedro M:
adorei...
eh lá...ehehehe

kissinho

Pedro M disse...

Ohh Bombocaa... e o sabor então, divinal :-)

lalisca.cs-life disse...

E se fôr um fruto muito proibido melhor ainda!!
beijinhos!!

Pedro M disse...

Lalisca,

Os frutos proibidos são os mais apetecíveis :-)

Um beijo

Auréola Branca disse...

Sinto
teu cheiro
E seus movimentos
transbordam
da dor
do amor
de alguém
um ninguém
que fica em mim...

Desculpa... Acho que me empolguei com o ritmo da poesia... (enrubescida)

Pedro M disse...

mmm... Auréola!!!
Desculpa, quem ficou corado fui eu :-)

Um beijo

Jade disse...

o gemer de uma mulher
reflecte o fruto incendiado,
a verticalidade é a tua posição
um dentro do outro prolonga-se
para além do prazer
lábios , boca , dedos alastrando , gesto agitado
o rosto, o peito , a púbis
que se estende na horizontalidade
amacias-lhe a pele,
depois...sorris
:)Jade

Pedro M disse...

Jade,

estás-me a provocar :-)

Um beijo

MalucaResponsavel disse...

e coisas tuas???

Pedro M disse...

Olá Maluquinha :-)

Dizes bem, e coisas minhas?
Confesso que quando escrevo prefiro a prosa à poesia. Por outro lado escrever não é fácil, mas vou tentar.

Um beijo

Anja Rakas disse...

Hummm....adoro!

Pedro M disse...

mmm... Anja, que adoras? O doce sabor do pecado?

Um beijo