quarta-feira, 2 de abril de 2008

Desejo


Vem...
Que te espero... nua...
Não mais há lugar para o pudor...

Vem...que te quero, nu...
Fecha-me os olhos com teus beijos,
faz-me sonhar com teus desejos...
Faça-me mulher com teu ardor...

Vem...
Que quero agora
acariciar teu corpo levemente,
beijar-te os lábios, sofregamente...
Sugar tua seiva com minha
boca quente...

Deixar-me penetrar por teu furor...
Vem...
que sou mulher,
te quero homem,
vem...
deixa-me viver esta fantasia
de amor...

por Asta Vonzodas
fotografia de Max Maxwell

8 comentários:

Bichinho disse...

...vem...
Beijo fantasma.

Pedro M disse...

Ohhh... diz-me como...

Beijinho

MalucaResponsavel disse...

este poema a duas vozes... bj

Pedro M disse...

Olá Maluquinha,
A vida é sempre mais intensa a duas vozes... e não necessariamente sempre as mesmas.

Casal Inviters disse...

sem palavras....
bjs
ines e filipe

O Sussurrar do Corpo disse...

Huummm...
Beijo...

Doce de Chocolate disse...

uiii... calores!!!

Pedro M disse...

Olá Docinho de Chocolate,

É por isso que a roupa só atrapalha :-)

Um beijo