quinta-feira, 26 de março de 2009

Cerejas, meu amor


Cerejas, meu amor,
mas no teu corpo.
Que elas te percorram
por redondas.

E rolem para onde
possa eu buscá-las
lá onde a vida começa
e onde acaba

e onde todas as fomes
se concentram
no vermelho da carne
das cerejas...

por Renata Pallottini
fotografia de Basovich Sergey

12 comentários:

vita disse...

Sempre sensual, sempre erótico;)

Beijinho

Pedro M disse...

Minha querida Vita,

mas não tão intenso quanto o teu blog :-)

Um beijo

Indie disse...

assim ao perto, são pérolas senhor, são pérolas

Pedro M disse...

Minha querida Indie,

Assim ao perto, é uma pérola coberta de pérolas :-)

Um beijo

gabrielle disse...

"quero o (teu) olhar que queima
a doce tentação
dos frutos vermelhos
as auroras e os crepúsculos
dos dias impetuosos
e as (tuas) mãos irrequietas"

um beijo sem fim...

candlelight disse...

preparei, como prometi
uma taça de frutos silvestres
(framboesas, amoras, mirtilo, morangos, cranberries, e... cerejas aos pares)
delicia-me a ideia de os servir
baga a baga... na boca
enquanto os corpos se tocam nus, pele na pele...
e se arrancam arrepios e gemidos
com sabor a NÓS

beijo

Marta disse...

E onde tudo roda, um turbilhão, um labirinto de sensações, desejos e paixão...
Tudo se funde, tudo cede numa ousadia...profundamente..
Beijos e abraços
Marta

Ana disse...

Cereijas a cor da paixão,
do desejo encandescente que abrasa os corpos.
Que inunda a alma de sensações impulsivas... que emanam em prazeres multiplos em volupias sem fim!
Beijos meu Pedro M

Pedro M disse...

mmm Gabrielle...

mãos irrequietas as minhas
que te procuram e prendem...
que te tocam e acariciam...
que te sentem e me ensinam teu corpo, teu segredo...

Um beijo

Pedro M disse...

mmm Candlelight...

deixa-me beber de tua taça
teu néctar do prazer
com sabor a amoras, mirtilo e framboesa...
deixa-me beijar teus lábios húmidos
vermelhos como morangos...

Um beijo

Pedro M disse...

Ohhh Marta...

Perco os sentidos num rodopio.
Mergulho em ti num turbilhãos dos sentidos...

Um beijo

Pedro M disse...

mmm Ana...

Memórias que nos incendeiam...
despertando os sentidos...
o desejo de nós...

Um beijo