terça-feira, 9 de novembro de 2010

Nua


Tinhas as mãos aos meus pés; como espuma nos pés suaves de uma menina. As mãos aos pés da menina aos teus pés a descobrir um amante; subitamente de mulher a menina... Tiravas devagarinho as minhas sandálias de mulher com os teus dedos límpidos, tão límpidos que podiam espelhar o rubor das minhas faces; os teus dedos tão firmes de calor, o calor dos teus dedos ensinava uma nova coerência às minhas mãos tão vagas; as minhas mãos tão cegas de ti caminhavam na ponta dos dedos, andavam tacteando a tua luz. Mil amantes que se esfumaram, nenhum tinha existência. E de novo o desejo tímido, faminto de querer saber-se; saber-me em ti, o meu corpo pequeno cheio do teu corpo grande...

por Joana Well
fotografia de Kopysov Eduard

13 comentários:

REMEMBER disse...

Um poema verdadeiramente sensual bem enquadrado na foto.
Parabéns.
Abraço
Remember

Pedro M disse...

Minha querida REMEMBER,

a inocência da descrição da poetisa parece inspirada na inocência da menina que pousa para a foto...

Um beijo

kasadaaaa disse...

Obrigado pela visita e pelo comentário...
bjussss

Marta disse...

Embora o desejo possa ser tímido, um desejo bem sensual, bem forte...
Gostei também da foto...
Beijos e abraços
Marta

gabrielle disse...

fantástica poesia,
que me permite fantasiar a realidade
fantástico tu,
que me permite fantasiar o eu...

beijinho, querido P

Pedro M disse...

MInha querida Kasadaaa,

o prazer foi todo meu, na agradável visita que fiz ao seu blog.

Um beijo

Pedro M disse...

Ahhh minha querida Marta...

o prazer que é descobrir o vulcão de desejo que se esconde sob essa timidez tão sensual!!!

Um beijo

Pedro M disse...

Ohhh minha querida Gabrielle,

mas é na fantasia de ti que se deleita a minha imaginação :-)

Um beijo

Anónimo disse...

:-)

bjinho

Pedro M disse...

Minha querida Anónima,

o seu sorriso incita-me a desvendar o seu enigma...

Um beijo

Miss Joana Shag well disse...

Obrigada pelo cantinho que me deste na tua casa virtual. :)))


Beijos

Pedro M disse...

Minha querida Joana,

ainda bem que gostaste de encontrar aqui as tuas palavras. Adoro a tua poesia.

Um beijo

Miss Joana Shag well disse...

Muito simpático. :)))))))))

Beijos