segunda-feira, 14 de julho de 2008

Quero um amor proibido


Antes de morrer queria muito viver
Um exuberante amor proibido,
Daqueles que ninguém haja tido
Para sentir nas veias correr

O sangue, tal qual a lava dum vulcão,
Queimando tudo, deixando só brasas.
Um amor que me transporte em suas asas,
Que não confesse que o seu coração

A outro amor há muito tempo pertence.
Mesmo assim, entregar-me-ia sem pensar,
Porque nada me impede de sonhar,
Como um bufão sob a lona circense,

No palco, onde seu encanto o transfigura,
Ao lembrar a mulher do seu passado
Que o fazia sentir-se feliz, amado,
Esconde a dor que no peito perdura.

Antes de morrer queria muito viver
Esse amor que causa tanta ansiedade
Que é antítese da felicidade,
Fonte do prazer e do muito sofrer.

Por Maria Hilda de Jesus Alão
fotografia de Poluyanenko Alexey

14 comentários:

Skin on Skin disse...

Nãoooooo, não quero um amor proibido! Quero um amor por inteiro sem proibições que não faça sofrer! ;)
Beijo em ti lindo!

Confessions...in the dark disse...

«Antes de morrer queria muito viver
Um exuberante amor proibido...»

Eu garanto-te que queria muito também! ;))

Jokas.

Marta disse...

Proibido porquê???
Se a tua voz me aqueçe sempre a alma, pensar nas tuas mãos no meu corpo quando sozinha me faz sorrir e te desejar cada vez mais...
Uma boa escolha, Pedro...
Beijos e abraços
Marta

SAM disse...

Deixou-me com algumas recordações passadas e desejos bem presentes... Bela poesia de Hilda, onde relata poéticamente todos os sentimentos no " amor proibido". Adorei.

Beijo, Pedro

Pedro M disse...

Skin, que seja feita a tua vontade, e com muitíssimo prazer! :-)

Um beijo

Pedro M disse...

Minha querida Confessions, o mundo é nosso para o explorarmos e descobrirmos todo o prazer que a vida nos pode dar!

Um beijo

Pedro M disse...

É proibido proibir!!!

mmm Marta... deixa-me segredar-te o quanto te desejo, para que o meu desejo inflame e aqueça teu corpo e tua alma.
Deix-ame acariciar tua pele, sentir os contornos de teu corpo para te ver cerrar os olhos e sorrir...

Adorei o teu poema :-)

Um beijo

Pedro M disse...

mmm Sam... como desejava ser o objedcto de teu desejo... :-)

Um beijo

Attitude Problem disse...

Vive tu, uma amor proibido comigo se fores capaz!!!! :O)

Jokas.

Pedro M disse...

Ohhh Attitude... será amor à primeira vista, ao primeiro beijo, ao primeiro toque... no dia em que cruzar o meu olhar com o teu, numa esplanada banhada pelo sol :-)

Um beijo

ángel disse...

Gracias, pedro, por este poema, por esa foto iluminada por el día.


saludos...

Pedro M disse...

Olá Ángel!

Também gostei muito da foto e do ar sonhador da rapariga.

Um beijo, gosto sempre de a ver por aqui!

Bia disse...

Outro lindo poema....

Fiquei desejosa por um amor assim... inenso e forte!
A imagem cai na perfeição... um ar doce, sonhador e sensual!

miminhos... atrevidos!

Pedro M disse...

Ohhh Bia, sê sempre assim: atrevida... :-)

Um beijo