sábado, 2 de agosto de 2008

A sós no escuro II

Há algum tempo atrás publiquei o post A sós no escuro inspirado por Jade no seu post A Sós (Ele). Hoje recebi um comentário a esse meu post, que me foi enviado por uma leitora anónima. Senti-me lisonjeado e não resisti a publicá-lo aqui. Espero que seja do vosso agrado, tal como foi do meu.


No teu, ou no meu quarto,
É no nosso espaço...
olho-te... vejo teus gestos entre a luz que brilha do luar.
Teus dedos grandes apertam teu sexo, e meu olhos sonham em lhe tocar...
mexes, continuas a mexer e eu a olhar!
Inunda-me de desejo...
Sinto enorme vontade de me aproximar.
Ligeiramente aproximo-me quando tu, de olhos fechados soltas um grito...
Sinto-te ofegante... sinto o calor do teu corpo já perto de mim.
Com as minhas mãos interrompo os teus gestos substituindo-as pelas minhas mãos.
Aperto teu sexo entre as minhas mãos e tu, de olhos fechados sentes-me substituir-te.
Com a minha língua percorro-o, lambendo-o como quem lambe um gelado numa noite de Verão...
Duro, teso, sinto-o vibrar...
Acaricio-o com a minha boca...
E com os meus lábios percorro-o num vai e vem sem parar, entre gemidos quentes.
Sinto-te vir, sinto-te perder o controlo e de repente soltas em ti um grito e jaz...
Os nossos olhos cruzaram-se de desejo por mais e muito mais... até que o cansaço nos envolveu.

Escrito por uma leitora anónima
fotografia de Anthony Boccaccio

6 comentários:

Anónimo disse...

Pedro M,
Obrigado por teres publicado.
Foi inspirado em ti e nos teus desejos.
Quem sabe um dia se torne realidade

Pedro M disse...

mmm... quem sabe :-)

Um beijo

Pearl disse...

...lindo!
beijinho

Pedro M disse...

Olá Pearl, foi um prazer receber-te aqui :-)

Um beijo

Marta disse...

Os desejos estão sempre à flor da pele....
Inspiram-nos, libertam-nos....
Satisfazem-nos, não é, Pedro???
Beijos e abraços
Marta

Pedro M disse...

Olá Marta! Sim, inspiram libertam-nos, tornam-nos nós próprios!

Um beijo