segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Carnaval na Galiza


Carnaval na Galiza. Desde Sábado que passeio pela Galiza. De facto não por causa do Carnaval, mas pelas praias e pela sensação de passeio pela História. Hoje estive em Finisterra. Os romanos pensavam ter chegado ao ponto onde a terra acabava. Também assim me sinto de cada vez que ali estou.
Amanhã à noite regresso ao Porto.

Beijos

Pedro M

P.S.: O telemóvel ficou no Porto :-(

Foto de Paulino Castiñeira Trillo

11 comentários:

Afrika disse...

AIIIIIIIIIIII k tu andas desaparecido! :( beijinho

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
cassamia disse...

... que inbeja :(

Ana disse...

O encontro entre o mar e a terra, entre a areia e a espuma branca do mar, entre memórias que vagueiam pelo esconderijo da nossa mente.
Aproveita a paisagem e as lembranças de uma história que a todos pertence.
Um beijo
Ana

Fragmentos Intemporais disse...

Aproveite ao máximo...

Pudesse eu... hum...

Beijos mil...

Pedro M disse...

Já voltei minha querida Afrika :-)

Um beijo

Pedro M disse...

Ohhh Cassamia...

Teria sido invejável se a dois...

Um beijo

Pedro M disse...

mmm Ana...

adorei sentir a água fria nos pés, a areia no corpo...

Um beijo

Pedro M disse...

Ohhh menina que se fez mulher...

o desejo conduz-nos... :-)

Um beijo

Indie disse...

perco-me nessa costa recortada. do alto, tenho sempre uma sensação fascinante de domínio. foi isso que atraíu os romanos

Pedro M disse...

Indie, eu, em Finisterra, tenho sempre uma sensação de infinito que não encontro em mais lado nenhum.

Um beijo