terça-feira, 21 de outubro de 2008

(A)pelo


Sente, sente, sente
Minha vulva chama-te
Tua ausência ela reclama

Mantra, mantra, mantra
Meu corpo todo canta
A esperar por tua dança

Mentes, mentes, mentes
Se dizes que não queres
O que teu falo clama

Tantra tantra tantra
Não há espírito que aguente
Tanta ausência de repente...

Doente, doente, doente
Ficarei totalmente exposta
Se para meus apelos
Tu não deres respostas

Sonha, sonha, sonha
Com meu corpo em minha cama
Vem, sente, toca, toma:
meu corpo todo em chamas

Por Gueixa
Fotografia de Martin Kovalik

9 comentários:

Bichinho disse...

Sente-me...beijo fantasma.

Pedro M disse...

mmm Bichinho... deixa-me sentir teu desejo...

Um beijo

Anónimo disse...

Nao há nada melhor que tocar um corpo em chamas,oleado pelo transpirar dos corpos que se juntam em momentos de paixão... fundindo-se como o fogo se funde na lenha que acaba por arder.
Um beijo aquecido por este fogo de paixão.

O_Silencio disse...

Este desejo.....

Esta vontade que não acaba......como entendo


Beijo....meu

Attitude Problem disse...

É sempre um sorriso que levo daqui... não esqueço o que prometi.


Mil beijos.

Pedro M disse...

mmm minha querida Anónima... estremeço com um calafrio de prazer ao imaginar-me entrando em ti, lentamente, sentindo a tua humidade quente envolvendo-me qual vulcão em lava, qual fogo consumindo nossa paixão.

Um beijo

Pedro M disse...

mmm menina Silenciosa.. uma vontade sempre renovada... de tocar... ser tocado... de cheirar teu perfume... de saborear teu corpo... de sentir tua pele quente na minha.

Um beijo

Pedro M disse...

Ohh Attitude... espero que seja um sorriso deliciado, um desejo de sentir, prevaricar, pecar... ter prazer...

Um beijo

Anónimo disse...

É o apelar do poeta à sua musa...

:)

Beijo