quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Modo de amar ― I e II


Modo de amar – I

Lambe-me as seios
desmancha-me a loucura

usa-me as coxas
devasta-me o umbigo

abre-me as pernas
põe-nas nos teus ombros

e lentamente faz o que te digo:

Modo de amar – II

Por-me-ás de borco,
assim inclinada...

a nuca a descoberto,
o corpo em movimento...

a testa a tocar
a almofada,
que os cabelos afloram,
tempo a tempo...

Por-me-ás de borco;
Digo:
ajoelhada...

as pernas longas
firmadas no lençol...

e não há nada, meu amor,
já nada, que não façamos como quem consome...

(Por-me-ás de borco,
assim inclinada...

os meus seios pendentes
nas tuas mãos fechadas.)

Por Maria Teresa Horta
fotografia de autor desconhecido

19 comentários:

Anónimo disse...

Simplesmente sem palavras.
Excitante e ambicioso.
Deixa-me a imaginar pertencer ao cenário, principalmente se olhar a foto, que mais uma vez é magnifica.Olho para a foto e imagino-me...mmmm e um pouco mais ...
Um beijo Pedro M.

Pedro M disse...

Ohh minha querida Anónima... imagino... por-te de borco, assim inclinada... os teus seios pendentes nas minhas mãos fechadas.

Um beijo

Carinho disse...

Fantastico, Lindo, MAGNIFICO...
Palavras para quê???

Beijo com caricia...

Anónimo disse...

E com elas tocar-lhes, enquanto nossos corpos se cruzam e se enchem de volupia.
Um beijo

Pedro M disse...

mmm minha querida Anónima... se enchem de volúpia, calor e desejo, pele contra pele, mesclados de suor...

Um beijo

Anónimo disse...

E que em devaneios e loucuras saciam sua sede de desejo ...mmm
Um beijo Pedro M.

maria disse...

Claro que não espero que me reveles os teus segredos, mas onde encontrarás tu as fotografias?

Pedro M disse...

Ohh Carinho... palavras para te sussurrar e te seduzir. Palavras para despertar em ti o desejo. Palavras gritadas, gemidas, de prazer...

Um beijo

Pedro M disse...

Minha querida Maria, um pouquinho de paciência e de tempo livre para as procurar. E depois algum gosto (que espero ter) para as escolher em função do poema.

Um beijo

Marta disse...

Creio que há sempre algo que arde, que desperta a paixão....e nos faça sentir-nos loucos...
Boa imagem...
Até já
Beijos e abraços
Marta

O_Silencio disse...

Numa palavra:

Apetece-me!!


Beijo........meu

Pedro M disse...

mmm Marta... sim, concordo contigo, e acho que está em nós. É o desejo de viver tudo!

Um beijo

Pedro M disse...

Ohhh Silenciosa... adorava ouvir-te dizê-lo, num sussurro... :-)

Um beijo

Doce Veneno disse...

Bom, muito bom.

Gosto de chamar os bois pelos nomes.

Beijo

SAM disse...

Linda poesia de Maria Teresa Horta. Foto belíssima, Pedro!

Agora... Gostoso é o prazer deste modo de amar...


Ótimo fim de semana.

Beijo

Pedro M disse...

Obrigado Sam :-)
Um bom fim de semana para si também!

Um beijo

Carinho disse...

Palavras para me sussurrar e me seduzir. Palavras para despertar em mim o desejo. Palavras gritadas, gemidas, de prazer...
Apenas para poder sentir o sabor do pecado...
Sussura-me ao ouvido para me seduzir, Desperta em mim o desejo. Grita, geme, mas tudo com muito prazer.
Espero-te...
Beijo com caricia.

Pedro M disse...

Minha querida Doce Veneno, é um prazer saber que te agradam os poemas por mim escolhidos.

Um beijo

Pedro M disse...

mmm... Carinho, convida-me então a entrar... abre-me a porta e surpreende-me...deixa cair a teus pés o roupão que cobre o teu corpo ainda húmido do banho... ohhh adoro esse perume que exalas, agridoce, perfume de mulher, perfume de sexo. Estende a mão e puxa-me para ti... deixa-me abraçar-te, tomar tuas nádegas em minhas mãos, sentir teus seios, teus mamilos duros, contra o meu peito... sela meus lábios com os teus, numa promessa silenciosa de prazer e paixão...

Um beijo