sexta-feira, 16 de maio de 2008

Passeio


Blusa em organza branca
em transparência delicada
insinuando
mostrando tudo... mostrando nada

Botõezinhos perolados... semi-abertos
delicados...
guardam uma fronteira
entre a imaginação e a realidade
de caminhos inexplorados

Tua mão se perde na transparência
dessa diáfana blusinha.
Atravessa timidamente os limites
que os botõezinhos entreabertos deixam ver
e que o teu desejo... adivinha

Tua mão é macia
ela vai brincando,
acarinhando
invadindo a minha geografia
explorando vales, montes, planícies,
detendo-se um pouco aqui
um pouco ali,
desvendando caminhos nunca trilhados
criando atalhos...

Minha pele sente o teu toque,
a tua sedução
e no calor da tua mão
ela vibra
pede mais.

Em seu passeio sensual
tua mão desperta em mim
milhares de sensações
e aquela coisa tão louca
aquele grande desejo
de ter...

não somente a tua mão...
assim...
a me percorrer...
mas também... a tua boca!

por C. Almeida Stella
fotografia de Amanda Com

10 comentários:

Bombocaa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Afrika disse...

"Despi-me de tudo,
em cada canto do meu ser,
por que o fogo que me consome,
reinventa um novo principio.

Despi-me de tudo,
por um desejo que cavalga sem rédeas,
em cada noite em que grito o sabor dos sentidos.

Despi-me de tudo,
por um desejo que me queima,
por saber-te tao perto,
por um cheiro que desejo conhecer.

Despi-me de tudo,
pra conhecer o sabor da tua boca,
por que quero que me escrevas na pele,
este interminável desejo de te ter!"
Afrika

vita disse...

Hummm muito bonito..e tens razão..é parecido sim com o meu cantinho..;)

attitude_problem disse...

Muito bom, como sempre.
Beijos.

Renata Cordeiro disse...

Achei lindo, Adonis 1966. Deu-me até vontade de conhecê-lo. Mas há um oceano entre nós. Vc é do Porto? Adoro a sua cidade.
Visite meu blog:
wwwrenatacordeiro.blospot.com/
Beijos,
Renata Cordeiro

Doce Veneno disse...

uiiiiiiiiiiiiiiii

Brutal este poema!

:) Boa 2ªf

Pedro M disse...

Meninas, agradeço os vossos comentários. Lamento não ter tido oportunidade de responder durante o fim de semana, mas tive sempre uma ligação à net muito lenta.

Um beijo (um para cada pelo menos :-) )

Pedro M disse...

Olá Renata! Sim, sou do Porto, E você?
Já passei pelo seu blog, mas numa visita rápida porque estava com ligação via telefone. Vou voltar.

Um beijo

Pedro M disse...

Afrika, obrigado pelo poema! Para qeum dizia que a poesia pouco lhe dizia :-)
Pensei em torná-lo um post, mas depois verifiquei que já o tinhas usado como tal no teu blog.

Um beijo

Jade disse...

o toque da tua mão,
contorna,

o toque da tua pele
empurra,

toque do teu sal
tempera,

no silêncio da noite
o teu toque caminha...
:)
um beijo

P.S.: Aqui está um tema para estimular!